INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

4 de outubro de 2014

Falando Sobre: O Menino do Pijama Listrado

||
Autor: John Boyne
Editora: Companhia das Letras                                                              186 Páginas                                                                                                         Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.
O Menino do Pijama Listrado conta a história de Bruno, um garoto alemão que é obrigado a abandonar sua casa super confortável em Berlim para ir morar em Haja-Vista, numa casa com apenas três andares, graças às necessidades de serviço do pai, um soldado.

No começo, Bruno odeia a mudança e o lugar, já que não tem amigos com quem brincar e ninguém com quem conversar. Sua mãe, apesar de tudo, tenta melhorar a situação:
“'Tenho mais uma frase pra você aprender’ ela disse. ‘É a seguinte: temos que fazer o melhor de uma situação ruim.'”
Da janela de seu quarto, Bruno consegue ver um terreno cheio de cabanas e pessoas de todas as idades com seus pijamas listrados, que é limitado por uma cerca de arame muito alta. Vê soldados batendo e maltratando essas pessoas, porém não sabe o significado de nada disso.

Em um dia de marasmo, Bruno, que adora explorar, sai de casa e vai andando em direção à cerca de arame, cada vez mais longe de casa. A caminhada é longa e Bruno fica cansado, porém vê um ponto ao longe e resolve continuar. Esse ponto se transforma em Shmuel, um judeu que vive do outro lado da cerca. Os dois garotos se conhecem e logo começam uma amizade. Bruno tem grande curiosidade em saber como é o outro lado da cerca e como aquelas pessoas vivem, até que um dia tem a oportunidade de acabar com ela.

O autor escreve de uma forma simples e bonita, conseguindo tocar a todos de uma forma única. Acho que o que torna o livro especial é a guerra contada através do olhar puro e ingênuo de uma criança que não sabe o que é um judeu e um alemão.

Vocês já leram O Menino do Pijama Listrado? Contem aí nos comentários!

Um beijo, e foca na leitura!
Facebook
Blogger

2 comentários

  1. Eu amo essa história, apesar de preferir o filme. Já resenhei no blog também haha. Bruno nos passa uma grande lição de amizade e confiança.
    Beijos

    www.travelingbetweenpages.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Também prefiro o filme, não gostei tanto assim do final do livro (não o final do Bruno, mas o que veio depois).
      Beijo

      Excluir