INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

5 de setembro de 2015

Falando Sobre: Antes de Partir Desta Para Uma Melhor

||

Autor: Jonathan Tropper                                                                  Editora: Arqueiro                                                                              256 Páginas                                                                                             Sinopse: Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso. Silver então descobre que a ex-mulher está prestes a se casar de novo e que a filha adolescente, Casey, está grávida. Para completar, depois de sofrer um derrame que o deixa incapaz de controlar a língua e guardar para si o que pensa, ele precisa de uma cirurgia no coração. Diante desse cenário, o músico fracassado depara com a pergunta decisiva: será que vale a pena salvar uma vida tão mal vivida? Assim, sob o olhar exasperado da família, ele toma a decisão radical de se recusar a fazer a cirurgia e dedicar o pouco tempo que lhe resta a tentar consertar o relacionamento com Casey e aproveitar a vida – mesmo que ela não dure muito. Com diálogos rápidos, irônicos e sagazes, Jonathan Tropper confirma sua habilidade em retratar com humor e perspicácia o lado oculto da família moderna.

Oi galera! Vim trazer mais uma resenha de parceria para vocês! Espero que gostem :)

Silver tem quarenta e quatro anos e está separado de sua mulher. Vive no Versailles, um apart-hotel que parece só receber caras separados que só sabem ficar na piscina olhando e cantando as moças bonitas da faculdade. Além disso, Silver recebe um pequeno cachê por ter escrito um hit de sucesso com sua antiga banda já extinta e de vez em nunca faz pequenas apresentações.

Essa parece ser uma vida monótona e massante, mas ela vai mudar completamente quando Silver descobre que sua filha de 18 anos, Casey, está grávida. E ainda, que se ele não fizer uma cirurgia do coração em poucos dias, corre o risco de bater as botas mais cedo do que deveria. Mas, para que fazer a cirurgia? Ele não foi um pai presente para a filha após sua separação e sua ex-mulher está prestes a se casar com outro cara, então para que prolongar mais essa vida sem expectativas?
"Erros foram cometidos. É difícil saber por onde começar. As coisas têm sido confusas há tantos anos que tentar identificar um ponto de partida é como tentar descobrir onde começa sua pele. Tudo o que você vai conseguir saber é que ela envolve todo o seu corpo e que, às vezes, parece um pouco mais apertada do que você gostaria."
Confesso que esperava um pouco mais do livro. Apesar de haver muitos diálogos rápidos, os acontecimentos demoram a passar. 
Em relação aos personagens, Silver é um bobão e Casey chega a ser adorável, sempre tentando colocar a cabeça do pai no lugar. Percebe-se nitidamente a intenção do autor ao desenvolver a relação dos dois ao logo do livro, que por sinal foi muito bem feita. 

Outra ressalva que preciso fazer é em relação ao final: confesso que não o entendi. Acho que ele ficou muito aberto e quando eu acabei o livro fiquei pensando "Mas e aí, o que vem a seguir?". E o ponto em que quero chegar é que bons ou ótimos finais podem me conquistar, pois mostram que o autor soube amarrar bem a história, mas isso não aconteceu. 

Bom, é isso! Já leram o livro? O que acharam? Me conta aí nos comentários!
"Todas as coisas que você não pode recuperar, todas as coisas que você nunca vai poder consertar. Não importa o que acontecerá depois, você sempre as carregará consigo."
Um beijo e foca na leitura! 
Facebook
Blogger

Nenhum comentário