INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

5 de abril de 2016

Falando sobre: A Garota Sem Passado

||
Autor: Michael Kardos
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
301 Páginas

Sinopse: Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história. Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento. Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.
Oi gente! O livro de hoje eu demorei para iniciar a leitura pois estava em uma ressaca literária bem complicada. hahah É uma leitura que gostei, mas não irei me lembrar dos personagens. Percebi a complexidade de algumas partes do enredo, porém os personagens não foram carismáticos para mim.


A protagonista desta história é Melanie, 17, que há 15 anos atrás seu pai Ramsey Miller assassinou a esposa, mãe da jovem, e desapareceu sem deixar rastros. Melanie, que na época era Meg Miller, conseguiu sobreviver pois os tios e a Polícia Federal a levaram para um local mais seguro.


Melanie viveu estes 15 anos em uma cidade pequena e escondida de sociedade, sem saber sobre seu passado, e atualmente seus tios colocam dificuldades na ida da jovem à faculdade. Eles sempre temeram a exposição da garota e por isso ela cresceu amedrontada. Contudo, ela está em relacionamento com Philip, um homem seis anos mais velho, e descobriu que está grávida. 


O peso da responsabilidade de ser mãe faz com que Melanie decida voltar à sua cidade natal para descobrir sobre o assassinato da mãe e encontrar o pai. A protagonista tem uma personalidade bem forte, que chega à teimosia, mas que sabe buscar o que é importante para ela.

O namorado dela, Philip, é um homem frágil em comparação à destreza de Melanie e assim ela decide ir sozinha desvendar o seu passado. Os tios, Wayne e Kendra, a criaram em um trailer em uma cidade do interior e evitaram ao máximo tocar no assunto sobre o passado, contando somente o básico.

Contudo, Melanie sendo curiosa, descobriu as cartas que os tios recebiam da Polícia Federal sobre o paradeiro de Ramsey quando era mais jovem. Como ela já é uma mulher adulta, os tios decidem mostram as cartas mais recentes que avisam que Ramsey pode estar próximo.

"Teve a sensação de que aquele momento era um divisor de águas, um corte entre todos os dias do seu passado e todos os dias do seu futuro."
A possibilidade de seu pai estar próximo à ela e o fato de estar grávida que criam a coragem na protagonista na busca sobre seu passado. Um personagem importante que irá ajudar Melanie nesta busca é o jornalista Arthur Goodale que sempre morou na cidade onde o caso aconteceu e era um jornalista influente na época. Ele fez inúmeras entrevistas com testemunhas, juntou pistas e sempre teve dúvidas sobre o caso. Sua única certeza era que Ramsey matou a esposa, Alisson, e a filha, Meg.

A narrativa é em terceira pessoa com narrador onisciente, sendo dividida entre passado e presente. No presente acompanhamos a busca de Melanie em 2006 e no passado temos as visões separadas dos pais da Melanie no ano do assassinato, 1991. No início dos capítulos do passado já percebemos que Ramsey tem alguns problemas psicológicos, que ao meu ver, não foram convincentes.

As partes da mãe de Melanie, Alisson, eu gostei muito! A visão dela sobre os acontecimentos da época são interessantes e nos oferecem uma perspectiva diferente da do Ramsey sobre o relacionamento.

Dei três raios para o livro, não por ser ruim, mas por não me marcar. Sou uma leitora de suspense e me interesso por surpresas e personagens misteriosos, mas nesta leitura não senti a criatividade para me surpreender. Mas como todos nós temos uma opinião diferente, recomendo que leiam e comentem aqui o que vocês acharam do livro! ;)

"Consumimos uma vida inteira procurando entender o coração e as ações das pessoas à nossa volta, mas o resultado é um só: equívoco, equívoco, equívoco."
Gostaram da resenha? Sentiram vontade de ler ou não? Comentem, quero saber as opiniões de vocês! 


E lembrem-se: foca na leitura!
Facebook
Blogger

Nenhum comentário