INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

16 de março de 2017

Encontro de Fãs de Romance de Época 2017

|| Nenhum comentário:
Heey pessoal, como vocês estão? Com vocês as datas dos encontros de fãs de romance de época que a Editora Arqueiro sempre organiza. A maioria deles irá acontecer simultaneamente em várias cidades do país, com brincadeiras, sorteios e informações sobre os próximos lançamentos do gênero. Então aproveite e se programe!


Confira todas as datas e locais abaixo. Para mais informações, basta clicar no nome da cidade que você será redirecionado para a página do evento no Facebook :D

Norte
Rio Branco (AC): 08/04, 15h - Nobel Via Verde Shopping 
Manaus (AM): 08/04, 15h - Saraiva Manauara Shopping
Boa Vista (RR): 08/04, 15h - Nobel Roraima Garden Shopping
Porto Velho (RO): 08/04, 15h - Leitura Porto Velho Shopping 
Macapá (AP): 08/04, 17h - Leitura Macapá Garden Shopping
Belém (PA): 09/04, 15h - Saraiva Boulevard Shopping 
Palmas (TO): 09/04, 15h - Leitura Shopping Capim Dourado

Nordeste
São Luís (MA): 08/04, 15h - Leitura São Luís Shopping
Teresina (PI): 08/04, 15h - Leitura Shopping Rio Poty
João Pessoa (PB): 08/04, 15h - Leitura Manaíra Shopping
Recife (PE): 08/04, 15h - Saraiva Riomar Shopping Recife
Maceió (AL): 08/04, 15h - Leitura Parque Shopping Maceió 
Aracaju (SE): 08/04, 15h - Livraria Escariz
Salvador (BA): 08/04, 15h - Saraiva Salvador Shopping 
Fortaleza (CE): 09/04, 15h - Saraiva Shopping Iguatemi
Natal (RN): 09/04, 15h - Saraiva Shopping Midway Mall

Centro Oeste
Goiânia (GO): 08/04, 15h - Saraiva Passeio das Águas Shopping
Brasília (DF): 08/04, 15h - Saraiva Shopping Conjunto Nacional
Campo Grande (MS): 08/04, 15h - Saraiva Shopping Bosque dos Ipês 
Cuiabá (MT): 09/04, 15h - Janina Pantanal Shopping

Sudeste
Belo Horizonte (MG): 08/04, 15h - Leitura Pátio Savassi
Vila Velha (ES): 08/04, 15h - Saraiva Shopping Vila Velha
São Paulo (SP): 08/04, 15h - Saraiva Morumbi Shopping
Campinas (SP): 08/04, 19h - Shopping Iguatemi 
Rio de Janeiro (RJ): 09/04, 15h - Saraiva Shopping Rio Sul

Sul
Curitiba (PR): 08/04, 15h - Saraiva Crystal Plaza Shopping
Florianópolis (SC): 08/04, 15h - Saraiva Beiramar Shopping
Porto Alegre (RS): 09/04, 15h - Saraiva Praia de Belas Shopping Center 

Para encerrar, que tal relembrar as resenhas de O Duque e Eu e Ligeiramente Casados, primeiro livro das séries Os Bridgertons e Os Bedwyns, respectivamente?? 

Até mais e Foca na Leitura!

2 de março de 2017

Falando Sobre: Para Sir. Phillip, Com Amor

|| 2 comentários:
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
276 Páginas 

Sinopse: Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos.
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar?
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços.
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.
*Esta resenha contém spoilers de Os Segredos de Colin Bridgerton*

Após o casamento de Penelope Featherington, Eloise Bridgerton está se sentindo um tanto quanto sozinha. Ela sempre achou que ia passar a vida solteira junto com a amiga, mas, agora que está claro que isso não irá acontecer, Eloise começa a se questionar se ainda há tempo para arranjar um marido. Quando a prima, Marina, morre, ela decide escrever uma carta para o agora viúvo Phillip Crane, oferecendo condolências. 

Sir. Phillip nunca amou a esposa. Eles não tinham muito em comum, na verdade. Ela passava a maior parte do tempo no quarto, chorando, e nunca sorria ou gargalhava. O casal também era distante dos filhos gêmeos (duas pestes), já que Phillip, que é botânico, só gosta de ficar na estufa, cuidando de plantas. Na verdade Phillip usa a estufa para fugir de problemas relacionados à família e ao amor, o que me irritou muito, mas vamos entrar neste quesito mais tarde. 

Quando ele, no período de luto, recebe uma carta de Eloise Bridgerton, percebe aí uma grande oportunidade de arranjar uma nova esposa para finalmente dar um jeito nos filhos rebeldes e em todos os problemas da vida dele. Então, após um ano de troca de correspondências, convida-a para passar um tempo com ele, e quem sabe, se os dois se entenderem, casarem um pouco depois. E Eloise aceita. 

Para Sir Phillip, Com Amor, Julia Quinn
Este é um dos livros mais improváveis da série. Quando eu uso a palavra improvável, quero dizer que, na minha opinião, em sã consciência, dificilmente Eloise e Phillip se apaixonariam na vida real, mesmo naquela época (a história começa em 1823), por conta do choque de personalidade gritante dos dois. 

Enquanto Eloise é forte, determinada e extrovertida, só o que Phillip sabe fazer é empurrar os problemas dele para os outros. Mesmo quando os filhos praticamente imploram para passar uma tarde com ele, a resposta é não e o que acontece? Phillip corre para a estufa. Ao mesmo tempo em que ele quer mudar as atitudes como pai, porque sabe que elas são péssimas, não tem coragem suficiente para fazer isso acontecer. 

O grande problema é que isso ocorre durante praticamente todo o livro, ou seja, eu não consegui identificar uma mudança gradativa na personalidade do personagem e nem uma construção do romance dos dois. Muitas vezes, e essa foi outra questão que me irritou muito, Phillip só quer sexo. 

Por mim, o livro é salvo por Eloise, porque em vários momentos eu fiquei pensando "esquece esse cara, você merece um melhor" e pelos irmãos dela, que roubam a cena em um determinado momento.

Estou cada vez mais apreensiva por estar chegando ao fim da série. Sabe aquele sentimento de "quero acabar porque a história é muito boa, mas não quero chegar ao final porque não quero ter que dar adeus a esses irmãos maravilhosos?", é o que eu estou sentindo, hahaha :')

É isso, o que acharam? Deixem suas opiniões nos comentários!

Um beijo e foca na leitura!

1 de março de 2017

Lançamentos de Março da Editora Sextante

|| 2 comentários:
Olá de novo pessoal!! Como foi o carnaval? Aproveitaram bastante? Depois dos lançamentos da Editora Arqueiro, agora é a vez dos lançamentos da Editora Sextante, vamos lá? :D

A Vida Secreta das Árvores
Peter Wohlleben

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 224

- Da lista de mais vendidos do The New York Times, mais de 1 milhão de livros vendidos.

- “Peter Wohlleben tem encantado leitores e plateias com uma revelação há muito tempo conhecida pelos biólogos: as árvores da floresta são seres sociais.” – The New York Times

- “Quando descobrimos a verdadeira natureza das árvores – esses seres enormes que lutam pela sobrevivência ao longo de séculos e superam todo tipo de dificuldades –, nós nos perguntamos: ‘Como elas conseguem?’ Este fascinante livro nos oferece a resposta, não em tom de artigo científico, mas de uma conversa agradável com um grande amigo.” – Hope Jahren, professora da Universidade de Oslo, Ph.D. em paleobiologia

Sinopse: E se tudo o que você sempre pensou saber a respeito das árvores estivesse errado? E se, apesar de tão diferentes de nós, descobríssemos que elas compartilham diversas características dos humanos? Nos últimos anos a ciência tem comprovado que as árvores e o homem têm muito mais em comum do que poderíamos imaginar. Assim como nós, elas se comunicam, mantêm relacionamentos, formam famílias, cuidam dos doentes e dos filhos, têm memória, defendem-se de agressores e competem ferozmente com outras espécies – às vezes, até com outras árvores da mesma espécie. Algumas são naturalmente solitárias, enquanto outras só conseguem viver plenamente se fizerem parte de uma comunidade. E, assim como nós, cada uma se adapta melhor a determinado ambiente. Em A vida secreta das árvores, o engenheiro florestal alemão Peter Wohlleben alia seus 20 anos de experiência às últimas descobertas científicas para examinar o dia a dia desses seres fantásticos. Com um ponto de vista surpreendente e inovador, o livro se tornou um fenômeno na Alemanha, entrou para a lista de mais vendidos do The New York Times e teve seus direitos negociados para 18 países. Essa viagem fascinante pela vida das árvores e florestas é um convite a repensarmos nossa relação com a natureza.


- Fenômeno na Alemanha, o livro teve os direitos vendidos para 18 países.
- A editora já contratou o segundo livro do autor: A vida secreta dos animais.
O  que o Câncer me Ensinou
Sophie Sabbage


Lançamento:
13/03/2017

Páginas: 224

- “Em O que o câncer me ensinou, Sophie Sabbage conta como ela tenta aprender com a doença em vez de temê-la.” – The Guardian

Sinopse: “Meu câncer é sistêmico e incurável, mas estou vivendo com ele. Na verdade, estou me fortalecendo com ele. Se eu considerar as estatísticas, as previsões e as probabilidades, sou um caso perdido. Mas prefiro não fazer isso. Opto por entender a doença sem me entregar a ela, me resignar sem sucumbir, gritar meu nome do alto das estatísticas antes que minha identidade seja soterrada no frio anonimato dos números. Dedico os dias, as horas e os minutos a prolongar a vida, com a inabalável intenção de criar minha filha até ela se tornar adulta, de envelhecer com meu amado marido e de fazer a diferença que gosto de pensar que vim ao mundo fazer. Não tenho qualificação para ajudar você a superar o seu problema. Mas sou qualificada para ajudá-lo a superar o seu condicionamento, o que acredito também ser essencial para o processo de cura. Posso mostrar-lhe como ficar bem, mesmo quando estiver se sentindo mal, e como resolver as questões emocionais que podem ter contribuído para a sua doença. Espero que esta leitura o inspire a sentir a vibração da vulnerabilidade, a energia do propósito e a maravilha de forjar o seu próprio caminho pela floresta densa e escura que às vezes parece não oferecer trégua ou escape. Torço, principalmente, para que você perceba que o câncer tem algo a ensinar; basta saber como ouvir o que ele está tentando dizer.”

- Um livro que não oferece uma cura para o câncer, mas uma cura para o medo do câncer.
- Um sucesso autopublicado que foi relançado no Reino Unido após um leilão concorrido e depois vendido para Espanha, Alemanha, Portugal, Itália, Brasil, Croácia, República Tcheca, Holanda e Estados Unidos.
Senhora das Águas
Pedro Siqueira

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 208

- Pedro Siqueira já vendeu mais de 170 mil livros no Brasil.

SinopsePsicóloga experiente, Gabriela sempre tratou a religião como crendice ou truque da mente. Quando sua mãe fica doente, ela acaba se aproximando do capelão do hospital, padre José, mais em busca de apoio do que por uma questão de fé. Após o falecimento da mãe, Gabriela mantém contato com o sacerdote, confortável pelo fato de ele não procurar convertê-la. Porém, depois de pouco mais de um mês, a psicóloga tem uma notícia devastadora: uma grave doença se alastra por seu corpo. Como lidar com a mente dos pacientes se a sua própria já não parece funcionar mais? Ao revelar o caso a padre José, Gabriela recebe um conselho: viajar para Lourdes, uma cidade famosa pelos milagres de cura. Mesmo sem a mínima confiança e determinação, ela decide partir em peregrinação para lá. É nessa jornada que Gabriela começa a relembrar toda a sua vida desde a infância, e assim emergem muitas questões filosóficas e existenciais. Sem saber o que a aguarda na Europa, ela sente que uma presença poderosa a acompanha e que, talvez, lá possa encontrar as respostas para as dúvidas que lhe afligem a alma. No primeiro livro de sua trilogia de ficção dedicada a Nossa Senhora, Pedro Siqueira mantém a escrita próxima do leitor sem deixar de lado assuntos profundos da espiritualidade, mas sempre mostrando que o melhor caminho está no nosso interior.

- Os livros de Pedro Siqueira lançados pela Sextante já venderam mais de 100 mil exemplares.
- O livro estava esgotado no mercado e está sendo relançado pela Sextante após muitos pedidos nas redes sociais.
Senhora dos Ares
Pedro Siqueira

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 256

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, uma esquadrilha da Força Aérea dos Estados Unidos não consegue completar uma missão na Itália devido a um fenômeno inexplicável. Quando sobrevoam o monte Gargano, os militares têm uma visão sobrenatural que os aterroriza e os faz voltar para a base. O que poderia ser apenas um ataque militar frustrado acaba se tornando o ponto de partida para a conversão de dois oficiais. Curiosos para desvendar o misterioso evento, Connors e Bloom vão até um convento na cidade de San Giovanni Rotondo, onde pode estar a resposta para suas dúvidas. Muitos anos depois, no leito do hospital, Connors sente que ainda precisa completar a missão de dar um rumo à vida do filho, Rafael, e lhe entrega um envelope, pedindo que o abra após sua morte. Quando é chegada a hora, o rapaz se depara com um bilhete contendo o último pedido de Connors: ele deve partir para uma cidade desconhecida à procura do que o pai chama de “verdadeiro caminho”. Essa viagem permitirá que o jovem relembre todas as fabulosas histórias do pai e inicie uma jornada de autoconhecimento, abalando seus conceitos sobre a vida, a fé e o amor. No segundo livro da trilogia iniciada com Senhora das águas, Pedro Siqueira constrói mais uma história tocante sobre a busca pela espiritualidade, retomando sua forte conexão com Nossa Senhora.
Nate é um Estouro
Lincoln Peirce

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 224

- Mais de 8 milhões de livros vendidos.

- “Entra ano, sai ano, Nate continua entre as melhores histórias em quadrinhos.” – Jeff Kinney, autor de Diário de um banana

Sinopse: Nate está arrasando! Nate está apaixonado pela aluna nova. Mas depois que a briga dele com Andy ganhou as páginas do Clarim Semanal, ele arrumou um problema BEM maior do que o castigo depois da aula! Será que Nate vai dar a volta por cima? E será que a Taça de Lama anual vai ser um estouro... ou uma bomba? Conheça a nova história do Nate, o desenhista MAIS legal da Escola 38 e o aluno MENOS querido pelos professores.

- Os livros do Nate já apareceram em programas de TV como Today e Good Morning America e nos jornais The Boston Globe, Los Angeles Times, USA Today e The Washington Post.
- A série já vendeu 300 mil livros no Brasil.
O Livro Ilustrado dos Maus Argumentos 
Ali Almossawi

Lançamento:
16/03/2017

Páginas: 64

- “Não consigo pensar numa forma melhor de aprender essas noções fundamentais de discurso lógico. Um livro encantador.” – Aaron Koblin, diretor criativo do Google Data Arts Team

- “Compartilhe este livro com seus amigos. Incentive seus familiares a folheá-lo. Deixe alguns exemplares em lugares públicos.” – Jenny Williams, do site GeekDad

Sinopse: Diante das discussões cada vez mais absurdas nas redes sociais, Ali Almossawi resolveu resgatar uma dose – necessária e urgente – de lógica para a era da internet. O resultado é este livro acessível, que explica, com divertidas ilustrações, as 19 principais falácias que tornam insustentáveis tantos argumentos e debates. Você aprenderá a reconhecer frequentes abusos da razão, como a falácia do espantalho (em que se deturpa o argumento do outro para poder atacá-lo com mais facilidade), o apelo a uma autoridade irrelevante e a bola de neve (em que uma proposição é desacreditada sob a alegação de que levará inevitavelmente a uma sequência de eventos indesejáveis). Os desenhos mostram animais cometendo erros de argumentação. O coelho acha que uma estranha luz no céu só pode ser um disco voador porque ninguém consegue provar o contrário (apelo à ignorância). O leão não acredita que a emissão de gases do gado prejudica o planeta porque, se isso fosse mesmo verdade e tivéssemos que eliminar as vacas, ele teria que comer grama, um resultado altamente indesejável (argumento a partir das consequências). Assim, ficará mais fácil escapar das armadilhas da lógica que se espalham por todos os lugares, dos debates no Congresso aos comentários no Facebook. Indispensável para qualquer pessoa que cultive o hábito de ter uma opinião, este livro é um antídoto contra raciocínios fracos.

O autor colocou o livro num site, gratuitamente, teve mais de 2 milhões de acessos e foi traduzido (de forma colaborativa) em mais de dez idiomas. Com base nesse sucesso, o livro foi contratado para publicação por diversas editoras renomadas.
Como Fazer Mais em Menos Tempo
Brian Tracy 

Lançamento: 23/03/2017

Páginas: 112

- Mais de 1,5 milhão de livros vendidos.

Sinopse: O famoso escritor inglês Mark Twain teria dito que se a primeira coisa que você fizer ao acordar é comer um sapo, nada pior acontecerá no resto do dia. Brian Tracy, renomado coach e palestrante internacional, se inspira nessa citação para apresentar 21 formas efetivas para aumentar a produtividade e dar um basta à procrastinação. Uma delas é começar com a tarefa mais desagradável que, provavelmente, terá o impacto mais positivo na sua produtividade ao longo do dia.

- Considerado o papa do coaching, Brian Tracy vem ao Brasil em maio para um congresso em São Paulo.
- Os livros do autor já foram traduzidos para 42 idiomas.
- Capa Provisória

Interessados em algum em especial? Conte pra gente nos comentários!! 


Até mais e Foca na Leitura!

27 de fevereiro de 2017

Lançamentos de Março da Editora Arqueiro

|| Nenhum comentário:
Olá pessoal! Aproveitando bem o carnaval?? Vamos aos lançamentos do mês de março da Editora Arqueiro?? Esse mês está repleto de livro ótimos!

O Sol também é uma Estrela
Nicola Yoon

Lançamento: 06/03/2017
Páginas: 288

- Primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times.

- “Poético e envolvente, cheio de esperança, dor... e toda a vibraçãouniversal do coração humano.” – Booklist

- “Emocionante e surpreendente.” – Publisher’s Weekly

Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história. Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois. O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

- A capa é literalmente uma obra de arte e a artista foi contratada pra fazer a edição brasileira.
- O primeiro livro da autora, que a editora irá relançar em breve, passou 35 semanas na lista de mais vendido do The New York Times e vai ganhar uma adaptação para o cinema ainda este ano.
A Chave de Rebecca
Ken Follett

Lançamento: 06/03/2017
Páginas: 352

- “Da primeira frase ao desfecho emocionante, Ken Follett oferece o suspense infalível que os leitores se acostumaram a esperar dele.” – Los Angeles Times

- “Um thriller de altíssima qualidade... Conspirações e paixões improváveis... É impossível parar de virar as páginas.” – The Washington Post

- “Brilhante. Uma grande aventura de tirar o fôlego.” – Time

Sinopse: Norte da África, Segunda Guerra Mundial. As tropas britânicas na região estão sofrendo perdas significativas. Não há dúvidas de que alguém está informando o inimigo sobre os movimentos e planos estratégicos do exército britânico. O espião é conhecido por seus compatriotas alemães como Esfinge, mas para todos os outros é o empresário europeu Alex Wolff. Após cruzar o deserto, ele chega ao Cairo, no Egito, munido de um rádio, uma lâmina letal e um exemplar do livro Rebecca, de Daphne du Maurier. Violento e implacável, ele está disposto a tudo para cumprir a missão que recebeu. Para isso, conta com a ajuda de uma dançarina do ventre tão inescrupulosa quanto ele. O único homem capaz de detê-lo é William Vandam, oficial da inteligência britânica que precisa desvendar o enigma do Esfinge para interromper o avanço dos nazistas. Ao mesmo tempo que os alemães chegam cada vez mais perto da vitória final, Vandam também se aproxima de seu adversário, da chave que revela o código escondido no livro – e do combate mortal do qual apenas um deles sairá vencedor.

- Livro ambientado na Segunda Guerra Mundial, período que atrai leitores de vários gêneros. 
- Ken Follett já vendeu mais de 500 mil livros pela Arqueiro. Em 2017, a editora lançará 3 títulos do autor, dois antigos (A chave de Rebecca e O voo da Vespa) e um inédito.
Irmãos de Sangue
Nora Roberts

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 288

- Nora Roberts já vendeu 500 milhões de livros no mundo.

- “Como qualquer livro escrito por Nora Roberts, este é fantástico. Nora cria uma paisagem pitoresca e sombria.” –The Best Reviews

Sinopse: A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade. O que Caleb, Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca. Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra. Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa, Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade. Em Irmãos de sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.

- Nova série de Nora Roberts, com um toque sobrenatural.
- A autora já vendeu mais de 300 mil exemplares somente pela Arqueiro.
- A editora publicará a trilogia completa em 2017.
Quando a Bela domou a Fera
Eloisa James 

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 320

- “Nada me faz correr para uma livraria mais rápido do que um romance novo de Eloisa James.” – Julia Quinn

- “Uma brincadeira picante, prazerosa e romântica. Um verdadeiro exemplo de como se deve escrever um romance.” – People

- “Quando a Bela domou a Fera tem uma trama que nos prende desde o primeiro capítulo, personagens que nos fazem acreditar que são pessoas de verdade (com quem nos preocupamos) e uma imagem lindamente detalhada da vida de três séculos atrás.” – Connecticut Post

Sinopse:  Miss Linnett Berry Thrynne é a Bela... Naturalmente, ela está prometida a uma Fera. Piers Yelverton, Conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales onde, dizem, seu temperamento irascível acaba com qualquer um que cruze o seu caminho. E segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna que o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Linnet não é uma mulher qualquer. Ela é mais que adorável: seu charme e inteligência fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Sua previsão é que o conde se apaixone perdidamente - em apenas duas semanas. Mas Linnet não faz ideia de como está colocando o próprio coração em perigo. Afinal, o homem para quem ela o está entregando talvez nunca a ame de volta. Se ela resolver bancar a esperta... que preço pagará por domar o coração frio e selvagem do conde?

- Série de 5 livros inspirados em contos de fadas.
- O personagem principal foi inspirado no Dr. House da série de TV.
- Os livros desta série não têm relação entre si. Fora do país, Quando a bela domou a fera foi o segundo volume a ser lançado. Aqui no Brasil, a editora optou por ser o primeiro, aproveitando o gancho do filme A Bela e a Fera.
 Jardins da Lua
Steven Erikson

Lançamento: 13/03/2017
Páginas: 608

- “Verdadeiramente épico. Erikson não tem igual quando o assunto é ação e imaginação, e sua visão mítica é equiparável à de nomes como Tolkien.” – SF Site

- “Em termos de construção de universo e ambição narrativa, O Livro Malazano dos Caídos é talvez a série mais significativa da última década.” – Boston Globe

Sinopse: Desde pequeno, Ganoes Paran decidiu trocar os privilégios da nobreza malazana por uma vida a serviço do exército imperial. O que o jovem capitão não sabia, porém, era que seu destino acabaria entrelaçado aos desígnios dos deuses, e que ele seria praticamente arremessado ao centro de um dos maiores conflitos que o Império Malazano já tinha visto. Paran é enviado a Darujhistan, a última entre as Cidades Livres de Genabackis, onde deve assumir o comando dos Queimadores de Pontes, um lendário esquadrão de elite. O local ainda resiste à ocupação malazana e é a joia cobiçada pela imperatriz Laseen, que não está disposta a estancar o derramamento de sangue enquanto não conquistá-lo. Porém, em pouco tempo fica claro que essa não será uma campanha militar comum: na Cidade do Fogo Azul não está em jogo apenas o futuro do Império Malazano, mas estão envolvidos também deuses ancestrais, criaturas das sombras e uma magia de poder inimaginável. Em Jardins da lua, Steven Erikson nos apresenta um universo complexo de cenários estonteantes e ações vertiginosas que mostram por que esta é considerada uma das maiores sagas épicas.

Para os leitores de Patrick Rothfuss, G. R. R. Martin, Robin Hobb, Ian C. Esslemont e Brandon Sanderson.
- Leitores de fantasia não param de pedir por essa série nas redes sociais.
- Série de 10 volumes já terminados pelo autor. 
Vocês têm interesse em algum desses títulos? Estou ansiosa para ler O Sol também é uma Estrela, e Quando a Bela domou a Fera também chamou minha atenção :D

Logo mais postaremos os lançamentos da editora Sextante, então fiquem ligados!

Foca na Leitura!

25 de fevereiro de 2017

Falando sobre: Lolita

|| Nenhum comentário:
Autor: Vladimir Nabokov
Editora: Biblioteca Folha
320 Páginas


Sinopse: Irreverente e refinado, este é um dos romances mais célebres de todos os tempos. É também uma aventura intelectual que não deixa ninguém indiferente, um relato apaixonado de uma sensualidade alucinada, uma autópsia implacável do modo de vida americano. De um lado, um homem de meia-idade, obsessivo e cínico. De outro, uma garota de doze anos, perversamente ingênua. A química se faz e dá origem a uma obra-prima da literatura do nosso século. 'Lolita' é chocante, desafia tabus, escandaliza. O livro foi incorporado ao imaginário coletivo da modernidade, e até o nome da personagem tornou-se um substantivo corrente, provas do alcance e da genialidade do autor.

Oi gente! O livro de hoje é um clássico polêmico do século XX que me deixou agoniada em várias partes.
"Quero agora expor uma ideia. Entre os limites de idade de nove e catorze anos, virgens há que revelam a certos viajores enfeitiçados, bastante mais velhos do que elas, sua verdadeira natureza - que não é humana, mas nínfica (isto é, diabólica). A essas criaturas singulares proponho dar o nome de 'ninfetas'." página 18
A narrativa é em primeira pessoa e nosso narrador protagonista é Humbert Humbert, um homem de quarenta e poucos anos que é assumidamente um pedófilo. Tem uma atração sexual doentia por meninas entre dez e quinze anos, que ele mesmo reconhece que é, mas pergunta para nós leitores: por que seria errado ter um relacionamento com uma menina de doze anos mas seria legal, perante a lei, ter um algo com uma jovem de dezoito?
"[...] consumia-me uma demoníaca fogueira de concupiscência por todas as ninfetas que passavam na rua e que eu, por um covarde respeito às leis, jamais ousava abordar." pagina 20
Esse livro é como um diário de Humbert, e ele entra em contato com nós leitores, como se ele soubesse que estamos o julgando a todo momento. Ele tem consciência dos erros que comete, mas afirma que é um ímpeto que não consegue controlar.

Humbert é um acadêmico literário que tem inúmeros conhecimentos literários e filosóficos, sendo um homem muito culto. No inicio da história está em Paris, mas após ser traído pela esposa que ele nem ao menos se importava, decide se mudar para os Estados Unidos.
" [...] o pequeno e fatal demônio em meio às crianças normais. Elas não a reconhecem como tal, e a própria ninfeta não tem consciência de seu fantástico poder." página 19
Sua ida para os Estados Unidos já era com a intenção de conhecer a filha de doze anos, da família que ele alugaria a casa. Contudo, quando chega à cidade de Ramsdale, a casa tinha pegado fogo e seus planos acabam mudando, pois uma mulher viúva chamada Charlotte Haze oferece um cômodo de sua casa para alugar.

Humbert somente vai por educação, já que tinha perdido os planos de conhecer uma possível garota. Porém, para surpresa do protagonista, Charlotte tem uma filha da mesma idade chamada Dolores, uma ninfeta melhor do que H. H. poderia imaginar. Assim, ele começa a ter uma atração sexual por essa menina de doze anos e dá à ela o apelido de Lolita.

Ele trata bem a mãe da garota, já com segundas intenções com a filha. Ele percebe as brigas que ambas têm e consegue ficar do lado da garota para conquistá-la. Após alguns meses que Humbert está morando na casa, Dolores vai a um acampamento de verão e a mãe da jovem se apaixona pelo protagonista e H.H. casa-se com Charlotte pensando no seu futuro sendo "pai" de Dolores.
"Segundo os especialistas em sexualidade infantil, tenho todas as características necessárias para estimular o interesse de uma menina: queixo bem talhado, mão musculosa, voz grave e sonora, ombros largos. Além disso, dizem que me pareço com um cantor ou ator por quem Lô é 'gamada'." página 45
Infelizmente logo depois, enquanto Dolores ainda está viajando, Charlotte sofre um acidente de carro e falece. Humbert tem a guarda de Dolores e se vê livre para fazer o que desejar. Ele a busca no acampamento, diz à menina que a mãe está doente e começa uma viagem de carro pelo país. Dolores, para mim, é uma garota órfã, fragilizada e inocente, que vê esse homem, inicialmente, como um estrangeiro interessante mas ela não tem a noção do que isso é para seu futuro.

Durante essa viagem, Humbert tem relações sexuais com Dolores e foram cenas desagradáveis para mim, pois fiquei imaginando o que se passava na mente da menina.
"Vocês compreendem, ela não tinha mesmo para onde ir." página 143
O interessante do livro é que nos dá a visão do Humbert somente, sendo ela egoísta de um homem pedófilo. Então segundo ele, a menina é lasciva, sabe o que está fazendo e tem consciência de seu poder de sedução como ninfeta, mesmo tendo somente doze anos. Isso que é desconfortável, a visão de um homem que alicia uma criança mas que a vê como uma menina sedutora que o manipula com poder de ninfeta que tem. Chegou a ser angustiante e nojento para mim.

Eu, por ser mulher, achei esta leitura agoniante pois o autor conseguiu demonstrar como é uma mente de um pedófilo e, quais desculpas ele criaria dentro de sua mente para se manter no erro e continuar com a situação. E por ser um homem culto, Humbert expressa o que sente por Dolores de um forma bem escrita e elaborada, para diminuir o que fez.
"Eu te amei. Era um monstruoso pentápode, mas como te amava. Era desprezível, brutal, torpe - tudo isso e muito mais, mais je t'aimais, je t'aimais!" página 288
É um livro que não foi escrito para demonstrar alguma moral e muito menos para concordar com as atitudes do narrador. Foi escrito para expor como é a mente de um pedófilo. A leitura é massante pois Humbert devaneia em seus pensamentos e muda do assunto principal para questões banais e descrições desnecessárias. Por isso demorei um pouco mais para terminar de ler. 

O desfecho foi normal, imaginei algo do tipo mas não me surpreendeu. Dou quatro raios pois há inúmeras partes massantes, mas o tema e a forma como foi escrito são realmente únicos. Eu particularmente não consigo imaginar essa história como um romance ou imaginar a Dolores seduzindo o Humbert. Qual a visão de vocês?
"[...] a mente convencional de Lolita foi se dando conta de que até mesmo a mais miserável das vidas em família era preferível àquela paródia de incesto - que, afinal de contas, era o que eu tinha de melhor a oferecer à pobre criança, abandonada." página 290
Espero que tenham gostado da resenha, não esqueçam de comentar o que acharam, se têm ou não interesse de ler o livro, ou se já o leram. :)

E lembrem-se: foca na leitura!