INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

28 de outubro de 2015

Falando sobre: Ligeiramente Casados

||

Autora: Mary Balogh                                                                  Editora: Arqueiro                                                                              288 Páginas                                                                                         Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.

Olá pessoal!!! Como foram no ENEM? Espero que muito bem ;)
Hoje eu venho trazer mais uma resenha em parceria com Editora Arqueiro: Ligeiramente Casados. Aproveitem!!!

À beira da morte, o capitão Percival Morris faz um último pedido, dirigido ao seu oficial superior, coronel lorde Aidan Bedwyn: que ele levasse a triste notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse custe o que custasse.
Como todo homem honrado, lorde Aidan vai para o Solar Ringwood para cumprir sua promessa. Chegando lá, ele conhece a irmã do capitão Percy, Eve Morris, uma jovem generosa e independente que não deseja a proteção de nenhum homem.

No entanto, quando o coronel está prestes a ir embora, ele descobre que Eve corre o risco de perder a propriedade, deixando todas as pessoas que dependem dela desamparadas, se ela não se casar dali a poucos dias, quando se completa um ano da morte de seu pai.

Disposto a cumprir sua promessa, Aidan propõe que Eve e ele tenham um casamento de conveniência, para que ela possa ficar com sua herança, e logo depois eles poderiam se separar e cada um seguiria sua vida como antes.
- Talvez devêssemos esfriar os ânimos - falou ele - e discutir o assunto.  - Se meus ânimos esfriassem mais - retrucou ela -, eu me tornaria uma pedra de gelo. 
Tudo estava correndo bem, até que o irmão mais velho do coronel, o duque de Bewcastle, descobre que Aidan se casou, e exige que Eve seja apresentada a família Bedwyn e a corte da rainha. Com isso Eve e Aidan começam a passar mais tempo juntos do que eles gostariam e uma paixão começa a surgir entre os dois. 

Ah, romance de época! Sempre tive uma enorme vontade de ler histórias desse tipo, e Ligeiramente Casados foi um bom começo para mim. A descrição dos costumes da época são feitas perfeitamente e parece que você está vivendo aquele momento.

A Eve é um exemplo de mulher firme e generosa que está disposta a ajudar qualquer um que necessite, e isso naquela  época não era visto muito bem, pois ela estava gastando sua herança ajudando "incapazes", como eram chamadas essas pessoas; isso surpreende muito o coronel e a família Bedwyn, tão acostumados a esbanjar riqueza. 

A ideia da história é muito boa, mas algumas partes descritas são desnecessárias, o que me incomodou um pouco, além dos acontecimentos terem tomando um rumo bem previsíveis e que poderiam ter sido evitados. 
Como era maravilhoso ter os fardos da vida retirados de seu ombro às vezes.
Enfim, para o meu primeiro romance de época, gostei muito da experiência e estou ansiosa para conhecer a história dos outros irmãos de lorde Aidan. A semente dos Bedwyns foi lançada, e que venha o próximo! :p

Até mais e foca na leitura! 
Facebook
Blogger

Um comentário

  1. Olá!!
    Eu sou viciada em romances de época e esse com certeza é um dos melhores que já li (e olha que não foram poucos kkk). Até o momento só li essa da série, mas já estou morrendo de ansiedade para ler os próximos.
    Como gostou do gênero recomendo que leia algo da Julia Quiin, ela é a rainha dos romances de época.

    Beijos
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir